• Tainá Biazus

Não leve a sério

ALERTA: esse texto pode trazer desconforto.


Relembre um pensamento que com frequência você se aborreça e que assuma uma forma: "Eu sou X" (por exemplo: Eu sou incapaz!) Mantenha esse pensamento na sua mente e perceber como o afeta.

Agora mentalize o pensamento: 'Eu sou um banana'. Mantenha-o na mente e perceba como o afeta.


O QUE PERCEBEU?


A maioria das pessoas percebe que o primeiro pensamento incomoda, enquanto o segundo o diverte.

Porque?

Porque o segundo pensamento não é levado a sério 🤡🤡🤡 No entanto, se outros pensamentos vierem com: eu sou um banana, por exemplo: sou um chato, um fracasso, uma mala, ninguém gosta de mim, etc. Atribuiremos muito mais importância e, ainda assim, não passam de palavras.

⏩ Preste atenção nas seguintes dicas para não levar um pensamento tão a sério!


Quando essas histórias histórias vierem a mente agradeça esses pensamentos, dizendo: 'Obrigada pela informação mente'. Obrigada por dividir isso comigo ' ou até mesmo: ' Obrigada, mente! '. Ao agradecer não seja sarcástico ou agressivo, mas caloroso e bem humorado.


ESSA É UMA TÉCNICA DE DESFUSAO (para praticar o desapego dos pensamentos) e USADA NA TERAPIA DE ACEITAÇÃO E COMPROMISSO.


REFERÊNCIA: LIBERTE-SE, Russ Harris


Tainá Biazus Psicóloga Clínica

CRP: 12/18811

1 visualização
  • Facebook
  • Instagram
© 2020 Tainá Biazus